Constituída a Ordem dos Farmacêuticos de Angola
Boaventura Moura é o primeiro bastonário
Anunciada no X Congresso Mundial da Associação de
Farmacêuticos de Língua Portuguesa (AFPLP), realiza-
do em Luanda, em Maio deste ano, a instalação da Or-
dem dos Farmacêuticos de Angola (OFA) deu mais um
passo na sua recente história, elegendo para basto-
nário e presidente do Conselho Nacional da OFA, com
96,23 por cento dos votos, o farmacêutico Boaven-
tura Moura, que tem dado um forte contributo para a
actividade da AFPLP, nomeadamente quando colocou
todo o seu dinamismo e empenho na organização do
último Congresso Mundial.
A eleição do bastonário e demais órgãos sociais ocorreu
a 17 de Agosto, durante a Assembleia Geral Constituin-
te da OFA, na qual participaram 138 dos 241 farmacêu-
ticos registados. Até à instalação da OFA, os profissio-
nais de farmácia estavam inscritos na Associação dos
Profissionais de Farmácia de Angola (Assofarma), que
englobava todas as categorias profissionais, nomeada-
mente técnicos básicos, médios e licenciados.
OFA, Boaventura Moura, como presidente, António
Zangulo e Helena Vilhena, como vice-presidentes, Ge-
noveva Coelho, como secretária-geral, e António Quin-
ta, como tesoureiro. Para a Mesa da Assembleia Geral
foram eleitos João Lelessa, que preside, Lucinda Fi-
gueiredo, enquanto vice-presidente, e Assunção Pas-
cola, como secretária. O Conselho Fiscal é presidido
por Pombal Mayembe, tendo como vice-presidente,
José Joveta, e como secretário, Wilson Anilba. Após
terem sido conhecidos os resultados, o bastonário
eleito agradeceu o voto de confiança dado pelos pro-
fissionais e solicitou o apoio, empenho e colaboração
para a prossecução dos objectivos e resgate do pres-
tígio da profissão farmacêutica, bem como a unifica-
ção da classe. O evento foi encerrado pelo director
do Gabinete de Estudos, Planeamento e Estatística
do Ministério da Saúde de Angola, Daniel António, em
representação do Ministério da Saúde, que garantiu o
apoio da tutela à OFA, tornando-se esta um dos par-
ceiros para a execução do plano de desenvolvimento
sanitário e exortou os profissionais a cerrar fileiras em
torno da sua Ordem.
A cerimónia de Proclamação da OFA e tomada de pos-
se dos órgãos sociais está agendada para o dia 25 de
Outubro, no Hotel Trópico, em Luanda, e contará com
a presença do bastonário da Ordem dos Farmacêuti-
cos de Portugal, Carlos Maurício Barbosa.
Boaventura Moura presidiu à Comissão Instaladora e
assume agora o cargo de bastonário da OFA
Boaventura Moura foi eleito com
96,23 por cento dos votos e toma
posse a 25 de Outubro
Com o aumento de alunos a frequentar o ensino supe-
rior nas instituições angolanas e com a saída de cada
vez mais licenciados em ciências farmacêuticas, com
um nível de exigência cada vez maior, tanto do merca-
do de trabalho como a nível científico, houve necessi-
dade de propor às instâncias superiores a criação da
OFA, no sentido de regular a profissão farmacêutica
nas diferentes especialidades, e como parceira do Exe-
cutivo, auxiliando-o com pareceres referentes ao exer-
cício da profissão. Neste contexto, foi constituída uma
Comissão Instaladora na Sessão Solene de Encerra-
mento do X Congresso Mundial de Farmacêuticos dos
Países de Língua Portuguesa, decorrido em Luanda,
de 29 a 31 de Maio de 2013, formada pelos farmacêu-
ticos: Boaventura Moura, Helena Vilhena, Pedro Cutala
Zangulo e Pombal Mayembe.
Desde a sua instalação, a OFA empreendeu um amplo
trabalho de registo dos farmacêuticos e farmacêuti-
cos estagiários, com vista ao processo eleitoral. No
sufrágio, foram eleitos para o Conselho Nacional da
1...,87,88,89,90,91,92,93,94,95,96 98,99,100,101,102,103,104,105,106,107,...120